toughts in the night

Tira-me daqui, leva-me contigo, não interessa para onde, não existem porquês, não é o sitio, não é a música, não és tu, talvez o teu olhar, talvez a forma como os fios de cabelo te cobrem parte da cara, talvez pela quantidade de coisas que tenho na minha cabeça, talvez porque estás aqui tão perto, talvez, talvez, talvez…

Escrito por um_leigo a 21 de Outubro de 2001

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *