Gatos pardos

Cartaz Gato Fedorento

Sobre o mais recente burburinho fedorento só me apraz subscrever este texto no Olhar Marciano:

Alvo de ruidosas criticas de “internautas” ligados à extrema direita, e que tinha como alvo o partido mais falado desse mesmo sector político, tornou-se imediatamente motivo de exacerbada felicidade de inúmeros políticos de secretária, e de muitos políticos profissionais. Logo depois quando foi mandado retirar, por falta de licenciamento do mesmo, foi um chorrilho de pessoas a questionarem a Câmara de Lisboa, havendo até quem chamasse a autarquia de xenófoba.

Este é apenas mais um exemplo de como os Portugueses gostam de ser pobres de espírito.

O chá da Yorn

Aqui há tempos lembrei-me que tinha a melhor campanha de sempre da Yorn guardada num CD, este era, sem dúvida, o spot que mais ficava na memória:

Aviso: esta música pode tornar-se viciante!